quarta-feira, 25 de maio de 2011

It was.

I told you I wouldn’t be sorry
If we weren’t together someday
But you were pleased thinking I wouldn’t leave you
And now you cry each day

It’s not my fault if I did
Everything I told you I would
When I was yours you thought it was for ever
But I never told you to believe so

Don’t you think time’s ticking on?
Don’t you see I’m far away from you?
Whether it was meant to be
It wouldn’t be you
It wouldn’t be me.



Laís Leite.

4 comentários:

nelson netto disse...

acho que o inglês suavizou um pouco o poema.

pelo menos da visão que eu tenho dele, acho (talvez por vício) que ficaria mais impactante em port.

=*

crap disse...

é... às vezes dizer as coisas em outro idioma deixa as palavras mais suaves mesmo.

mas eu gosto do rude qdo é realizado de forma legal.

gostei do poema, lah.

Mário da Mata disse...

Discordo da idéia de que a lingua inglesa suaviza o poema. Acho que ela ironiza. É essa ironia que torna o poema forte. Se fosse em português dificilmente passaria a mensagem.
Muito bom o poema lah. Achei do balacubaco.
Será musicado pela Benvinda.=D.

sumon tripura disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.