terça-feira, 14 de abril de 2009

Do dever-ser

Se não há mais o que ser dito, que se diz?
Digo eu que não se diz, enfim, se faz.
O que se faz?
Eu faço a vida que se faz em mim.


Laís Leite.

5 comentários:

Ludmila disse...

e, sem querer ou por querer-querendo, faz acontecer vida em existências outras! :)

é a lei maior do mundo. ao menos, ao meu ver.

crap disse...

e isso é viver, no fim das contas.

Georgina disse...

"Eu faço a vida que se faz em mim"

Isso me lembra a palavra CICLO.

Ludmila disse...

estou forçando a prosa a conviver comigo. um dia ela há de gostar de mim, a bandida!
obrigadíssima pelas visitas, Laaah! :****

Estêvão dos Anjos disse...

Se não há mais o que ser dito, que se diz?
Digo eu que não se diz, enfim, se faz.

foda : x